Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Woke Executive Talks debate a importância do processo de adaptação e construção de equipes eficazes com Founders de grandes empresas da Nova Economia - WITRI

Woke Executive Talks debate a importância do processo de adaptação e construção de equipes eficazes com Founders de grandes empresas da Nova Economia

Woke Executive Talks debate a importância do processo de adaptação e construção de equipes eficazes com Founders de grandes empresas da Nova Economia

Compartilhe este conteúdo:

São Paulo, 28 de junho de 2022 – A Woke, peopletech especializada em Executive Search e desenvolvimento de líderes, realizou no dia 15 de junho, a nova edição do Woke Executive Talks. Com o tema “Equipes eficazes: entregando crescimento exponencial”, o evento teve como objetivo reunir founders, investidores e C-level’s para debater os desafios quanto à gestão de talentos nas organizações no contexto de mercado atual.

Dentre os participantes, estavam: Guilherme Petreche e Fábio Cunha, Founders e Co-CEO’s da Woke; Alejandro Vázquez, Co-Founder e COO da Nuvemshop; e João Viana, Founder e Head of Real State da Loft. O evento contou também com uma conversa com Thaís Fraga, Raquel Laham e Manu Costa, sócias e mentoras de carreira da Woke a respeito da relevância da jornada de adaptação de executivos que ingressam nas organizações.

Dentre os momentos de destaque do evento, está a apresentação de Alejandro Vázquez, que compartilhou com os participantes as histórias sobre a fundação da Nuvemshop e os desafios do crescimento acelerado. “Sabemos o quanto o tema de cultura é crítico e quanto mais crescemos algumas coisas importantes podem se perder. A liderança precisa comunicar e criar formas de facilitar a compreensão do que se espera das pessoas, mas também evoluir e aprender com elas, pois a empresa é um organismo vivo.”, comenta Alejandro Vázquez.

Além disso, João Viana complementa a relevância do evento e relembra que “é importante chamar a atenção sobre a adaptação pós-contratação e o quanto isso é essencial para o sucesso da organização, trazendo um componente novo ao time. Isso tem um impacto gigante para todos”, pontua.

Outro momento de destaque foi a participação de Amir Goldberg, Associate Professor of Organizational Behavior, da Stanford Business School, que compartilhou seus estudos e insights reforçando que contratar pelo fit cultural não é o suficiente e nem sempre o mais efetivo. Para o professor, o investimento na assertividade das contratações é crucial, mas não existe performance sem um processo de adaptação e aculturamento bem feito. Logo após a apresentação de Amir, Raquel Laham, Thais Fraga e Manu Costa, sócias e mentoras de carreira da Woke, seguiram com o debate, onde compartilharam seus aprendizados conduzindo mentorias de adaptação e o papel dessa etapa no desenvolvimento de líderes em negócios exponenciais, ressaltando sua relevância para a entrega de resultados cada vez mais eficazes, aumento no senso de pertencimento e conexão com a equipe.

“Para nós, é fantástica a oportunidade de poder compartilhar conhecimento, mostrar o que estamos aprendendo e trazer empresas que fazem a diferença no mercado. Na prática, todos estamos enfrentando os mesmos desafios e o importante é como podemos, de forma colaborativa, fazer com que a régua suba e todos possam melhorar. Além disso, foi um prazer ter tanta gente boa aqui para poder compartilhar e trocar”, é ressalta Fábio Cunha, da Woke. Guilherme Petreche ainda finaliza deixando claro o quanto a Woke está disponível e aberta para conversar com empresas a respeito do processo de adaptação, sobre as armadilhas dessa jornada e como as organizações podem torná-la mais estratégica e efetiva.

Sobre a Woke:

A Woke é uma peopletech especializada em recrutamento de altos executivos e desenvolvimento de líderes, que está sempre conectada às empresas da nova economia e de crescimento acelerado. Através da união da tecnologia, análise de dados e Inteligência Aumentada, a Woke vem mudando o modo de fazer o recrutamento, tornando-o mais rápido, mais barato e, principalmente, mais assertivo. Para mais informações, acesse: https://www.wokepeople.com.br/