Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Trendspotting 2023: mercado publicitário brasileiro precisa criar ecossistemas digitais fortes, seguros e confiáveis - WITRI

Trendspotting 2023: mercado publicitário brasileiro precisa criar ecossistemas digitais fortes, seguros e confiáveis

Trendspotting 2023

Compartilhe este conteúdo:

A DoubleVerify, plataforma líder de software para medição e análise de mídia digital, apontou que 78% dos consumidores no Brasil valorizam marcas que lutam contra tendências negativas de desinformação e conteúdo inflamatório. A empresa também destacou que 71% dos consumidores brasileiros simpatizam com as empresas que se preocupam com a forma que seus anúncios são entregues.

Os dados foram apresentados no evento Trendspotting 2023, realizado pela DV em 18 países – incluindo o Brasil – para identificar as relações dinâmicas entre consumidores, conteúdo digital e publicidade. Na ocasião, a DoubleVerify forneceu às empresas informações para tomadas de decisão estratégicas a fim de otimizar o investimento em campanhas publicitárias digitais.

No Brasil, o encontro aconteceu nesta quarta-feira (22), em São Paulo, e contou com a participação de Armando Rodriguez, vice-presidente regional Latam; Johanna Wahlroos, vice-presidente Global de Estratégia de Clientes; Julie Eddleman, diretora Comercial Global; Andre Akira, diretor de Negócios da DV no Brasil, e Rafael Reis, diretor Comercial da DV no Brasil, que moderou um painel com a participação de Leonardo Martins, superintendente de Marketing do Santander, e Marco Frade, head de Mídia da Diageo.

Impacto da desinformação para as marcas

A DoubleVerify mostrou que a desinformação já é uma tendência que preocupa o consumidor brasileiro – 80% dos entrevistados no Brasil estão alerta para esse crescimento. Pelo menos 51% deles relatam ter observado desinformação nas redes sociais, indicando que o maior percentual (66%) está relacionado a influenciadores e grupos políticos.

A pesquisa também mostrou que 44% dos entrevistados brasileiros responderam que as redes sociais ganharam mais importância nos últimos 12 meses, bem à frente da média global de 27%. Além disso, os números da América Latina (43%) também são maiores que as demais regiões do mundo: Ásia (38%), América do Norte (23%) e Europa, Oriente Médio e África (23%).

“Esses dados podem, sem dúvida, se refletir em um impacto negativo para os anunciantes, já que 69% dos consumidores brasileiros estavam menos propensos a comprar um produto e 74% estavam mais propensos a questionar a reputação de uma marca ao vê-la envolvida em um contexto de desinformação.”

Rafael Reis

A DV também mostrou que, em média, 54% dos consumidores brasileiros previram passar menos tempo online após a pandemia; no entanto, a porcentagem de usuários ativos com conteúdo online no período pós-pandemia passou para uma média de 72% – ou seja, bem mais conectados que a média global de 55%.

Segundo o relatório, para os usuários brasileiros, os motivos mais importantes para passar o tempo online são: entretenimento (60%), busca de informações (52%), compras online (32%) e conectividade em redes sociais (25%). Durante o evento, também foram compartilhadas informações indicando um crescimento no conteúdo via CTV (como serviços de streaming), com uma média de 68% no Brasil – a nível global, essa porcentagem é de 55%.

Rafael Reis expressou que a necessidade de verificação de anúncios no mercado de publicidade digital deriva do aumento do acesso global à internet desde 2012. “Isso também é somado à mudança nos hábitos de compra e consumo, com o surgimento de novas plataformas e tipos de conteúdo, mudanças na mensuração e uso de dados. Esses fatores resultam em um indicador para as marcas protegerem seus investimentos, além da busca por soluções independentes de performance e qualidade de mídia”, destaca.

André Akira mencionou as principais tendências para observar no Brasil ao longo de 2023. “O consumo de conteúdo online continua crescendo no país, assim como a exigência de transparência das empresas por parte dos consumidores. Além disso, surgem oportunidades e desafios para anunciantes na implementação de e-commerces”, pontua.

De acordo com Akira, o volume de conteúdo disponível atualmente é sem precedentes. “Isso é uma oportunidade, mas se não tiver uma tecnologia por trás, não será possível atingir todos os canais de uma forma eficiente”, avalia. Entre os desafios, estão a proteção de marca e valores – ou seja, brand equity – e as formas de mensurar novos canais.

Por meio do evento, a DoubleVerify buscou conscientizar o mercado brasileiro e mostrar o valor de contar com aliados estratégicos especializados em medição e verificação de dados para gerar confiança no consumidor, uma vez que as métricas de atendimento ao usuário, que são centralizadas e levam em consideração sua privacidade, mostram crescimento em 2023.