Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 São Paulo, Porto Alegre e Salvador estão entre os principais destinos urbanos da América do Sul para viajantes conscientes - WITRI

São Paulo, Porto Alegre e Salvador estão entre os principais destinos urbanos da América do Sul para viajantes conscientes

viajantes conscientes

Compartilhe este conteúdo:

O turismo urbano é um dos impulsionadores de viagens pelo mundo, com a expectativa de que quase 800 milhões de pessoas visitem destinos urbanos anualmente até 2025. Para ajudar os viajantes a pesquisar opções de turismo urbano com menos impacto ambiental, o KAYAK, principal mecanismo de busca de viagens do mundo, lançou o Ranking de Cidades para Viajantes Conscientes*. Roterdã, nos Países Baixos, garantiu o primeiro lugar como o destino urbano mais relevante para viajantes engajados com sustentabilidade, seguido por Amsterdã e Graz.

O Ranking de Cidades para Viajantes Conscientes é um guia interativo projetado para ajudar os viajantes na hora de planejar sua próxima viagem a considerar aspectos relacionados à sustentabilidade, como acreditação em carbono em aeroportos, condições do tráfego, ou qualidade do ar em destinos urbanos ao redor do mundo. O levantamento do Ranking analisou 167 cidades em 63 países de acordo com 28 fatores para ajudar os viajantes conscientes a tomar decisões de viagem mais informadas. É possível filtrar a classificação do ranking seguindo os fatores que mais interessam aos viajantes.

Europa lidera

Roterdã, Amsterdã e Graz são as 3 primeiras posições no ranking do KAYAK, que tem as 10 primeiras posições ocupadas por cidades europeias. A cidade portuária holandesa de Roterdã obteve a pontuação mais alta, com seu aeroporto tendo um sistema avançado de gerenciamento de carbono certificado pela Airport Carbon Accreditation, com um grande número de propriedades com preços competitivos que foram qualificadas pelo Travel Sustainable Programme*** da Booking.com, uma grande rede ferroviária e a maior extensão de ciclovias. Amsterdã, também nos Países Baixos, vem em 2º lugar, mundialmente conhecida por opções para bicicletas e ruas para pedestres, com alternativas viáveis para dirigir carros ecológicos e uma alta concentração de estações de carregamento de veículos elétricos. Graz, na Áustria, ocupa o 3º lugar, pontuando com ótimas conexões ferroviárias, muitas estações de carregamento de veículos elétricos e centro da cidade – que é Patrimônio Mundial da UNESCO – ideal para conhecer e caminhar*.

As 10 cidades mais bem classificadas de acordo com o ranking do KAYAK para viajantes conscientes:

Roterdã, Países Baixos

Amsterdam, Países Baixos

Graz, Áustria

Trondheim, Noruega

Munique, Alemanha

Helsinki, Finlândia

Estocolmo, Suécia

Zurique, Suíça

Gotemburgo, Suécia

Vienna, Áustria

“Com o novo Ranking de Cidades para Viajantes Conscientes, estamos tornando mais fácil para os viajantes conscientes fazerem escolhas informadas para explorar os destinos urbanos.”

Gustavo Vedovato

América Latina está no pódio com Santiago do Chile, Quito e Bogotá

Santiago, no Chile, levou o grande prêmio no ranking latino-americano. O Chile oferece a maior redução nos preços médios dos voos durante a baixa temporada, com seu aeroporto sendo reconhecido pela ótima gestão de carbono de acordo com o Airport Carbon Accreditation. Em Quito, Equador, que ficou em 2º lugar, os viajantes podem facilmente alugar carros ecológicos, pois a cidade está bem equipada com estações de carregamento de VE. Como membro da UNESCO ICCAR (Coalizão Internacional de Cidades Inclusivas e Sustentáveis), Bogotá, na Colômbia, completa o top 3 da região, mostrando um compromisso com a diversidade e a inclusão – evidente na quantidade de passeios pela cidade que são acessíveis para cadeiras de rodas (26%). O Brasil também tem três cidades no top 10: São Paulo, Porto Alegre e Salvador.

América do Norte: Vancouver no topo

Vancouver, no Canadá, e São Francisco, nos EUA, são as duas primeiras no ranking do KAYAK para a América do Norte, logo à frente de Boston, Washington DC e Nova York. Vancouver é conhecida por sua qualidade do ar, San Francisco ficou em 2º lugar graças ao seu sistema de transporte ferroviário urbano de alto nível e vias exclusivas para pedestres. Boston está em 3º lugar, com muitas estações de carregamento de veículos elétricos, opções de aluguel de bicicletas e ciclovias que facilitam a locomoção pela cidade com menos emissões de carbono.

Tóquio lidera na Ásia

Tóquio, no Japão, alcançou a classificação mais alta na região da Ásia, seguida por Osaka, também no Japão, e Wellington, na Nova Zelândia. Os mercados locais, teatros e galerias de arte da capital japonesa são extremamente acessíveis graças a calçadas e ciclovias. A variedade de opções de compartilhamento de bicicletas de Tóquio conecta facilmente os viajantes ao sistema ferroviário de nível superior. Em Osaka, a popularidade das bicicletas chega a ser três vezes maior do que a dos carros.

Túnis está à frente de Tel Aviv e de Dubai

Ser um viajante consciente também significa apoiar a cultura e as comunidades de um destino e beneficiar a economia local sempre que possível, por exemplo, comprando produtos locais. Em Túnis, a Tunísia, que lidera o ranking na África e no Oriente Médio, a densidade de mercados e a oportunidade de fazer compras de segunda mão é ótima para mergulhar na cultura local. Tel Aviv, em Israel, está em 2º lugar e se destaca no número de passeios a pé, alguns deles gratuitos. E ao passear de uma atração cultural a outra, o viajante encontra pontos de reciclagem. Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, está em 3º lugar devido às opções de aluguel de carros elétricos por custos menores do que os de carros convencionais.