Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Ponte aérea SP-RJ é a primeira do mundo com acesso biométrico do check-in ao embarque - WITRI

Ponte aérea SP-RJ é a primeira do mundo com acesso biométrico do check-in ao embarque

Ponte aérea SP-RJ é a primeira do mundo com acesso biométrico do check-in ao embarque

Compartilhe este conteúdo:

Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ) são os primeiros aeroportos brasileiros a implantar de forma definitiva o embarque facial biométrico 100% digital para passageiros e tripulantes. A inauguração oficial do Embarque + Seguro ocorreu na manhã desta terça-feira, 9 de agosto, com uma comitiva de vistoria liderada pelo ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, acompanhado dos ministros da Cidadania, Ronaldo Bento, e do Turismo, Carlos Brito, além do presidente do Serpro, Gileno Barreto, e outras autoridades.

Com o procedimento instalado nos aeroportos que formam a rota de maior movimento do país, o Brasil tem agora a primeira ponte área biométrica de ponta a ponta do mundo. O programa Embarque + Seguro é uma solução tecnológica, desenvolvida pelo Serpro para o Ministério da Infraestrutura, que combina análise de dados e validação por biometria e dispensa a apresentação de cartões de embarque e documentos de identificação dos viajantes de voos domésticos partindo desses terminais.

O processo de implantação definitiva ocorre de forma gradual e simultânea nos dois aeroportos. Com a inovação, os viajantes de voos com embarques biométricos que optem pelo uso da tecnologia só precisam da imagem de seus rostos para fazer check-in e acessarem salas de embarque e aeronaves. No caso de comissários de bordo e pilotos, a solução inclui o acesso a áreas restritas dos dois terminais aéreos.

Como funciona

Cada empresa aérea operando em Congonhas e Santos Dumont poderá adotar procedimentos próprios para o cadastramento biométrico e validação do passageiro na base governamental, por meio do Serpro. Neste início, para usar o sistema, o usuário deve dispor de documento biométrico válido; passagem aérea e acesso ao canal de cadastramento e validação biométrica da companhia aérea. Por meio do canal, no momento do check-in ou após a sua realização, o passageiro realizará a validação biométrica associada a seu voo. Ele deverá aceitar os termos da Lei Geral de Proteção de Dados (LPGD), devendo fazê-lo a cada novo voo. Executada essa ação, de forma digital, e sendo validado o cadastro, o passageiro estará apto a usar o sistema biométrico para o respectivo voo.

No aeroporto, a biometria facial será usada em duas etapas: primeiro, no acesso à sala de embarque; depois, no acesso à aeronave. Na entrada da sala de embarque, totens farão a leitura biométrica da face, consultando a base do governo e verificando o cadastro do passageiro e a existência do cartão de embarque válido. Aprovada a biometria, o passageiro fica autorizado a ingressar no local. A segunda etapa ocorrerá no portão de embarque, no momento de ingresso na aeronave.

Aeroportos podem contratar o Embarque + Seguro

Os aeroportos que queiram aderir a solução de biometria para melhorar a experiência dos passageiros podem fazê-lo em contato com o nosso time comercial. O Embarque +Seguro traz agilidade, segurança e está totalmente alinhado à política de Proteção e Privacidade de Dados da empresa respeitando integralmente a LGPD