Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Número de startups de construção civil e imobiliário no Nordeste cresce acima da média brasileira; PE e CE são destaque no setor - WITRI

Número de startups de construção civil e imobiliário no Nordeste cresce acima da média brasileira; PE e CE são destaque no setor

startups de construção civil

Compartilhe este conteúdo:

O ritmo de crescimento das startups de construção civil e mercado imobiliário chegou a 17,8% entre maio de 2022 e maio de 2023, no Nordeste. O aumento é superior à média nacional de 11,4%, tornando a região a que teve o maior avanço no número de negócios digitais no período. Hoje, a região detém 6,5% das 1.068 empresas contabilizadas no 7º Mapa de Construtechs e Proptechs, que traça um panorama do setor no país.

Publicado pela Terracotta Ventures, principal empresa de venture capital nos mercados imobiliário e de construção civil da América Latina, o mapeamento mostra um ritmo de crescimento maior no Nordeste à frente do Centro-Oeste (13,9%), Sul (7,55%) e Sudeste (9,35%) no ganho de startups.

O resultado regional é puxado principalmente pela evolução do ecossistema nos estados de Pernambuco e Ceará, que cresceram 38,46% cada um no total de construtechs e proptechs ativas com relação ao mapa anterior. Os dois estados lideram o ranking das unidades da federação que mais aumentaram os empreendimentos digitais na cadeia da construção e imobiliário, com ambos alcançando 18 empresas.

O resultado também coloca Pernambuco e Ceará no Top 10 dos estados com mais construtechs e proptechs. A liderança no quesito é de São Paulo (452 startups) e Santa Catarina (121).

De acordo com Bruno Loreto, managing partner da Terracotta Ventures, isso demonstra uma tendência de maior capilarização do ecossistema de inovação na área.

Enquanto Sul e Sudeste historicamente reagem mais rápido às demandas de digitalização nos mercados imobiliário e da construção, as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste são pólos promissores em tecnologia e essenciais para o desenvolvimento do setor.

“O ecossistema nordestino de startups vem amadurecendo e existem mais empreendedores e novos investidores surgindo. Esses movimentos fazem com que o Nordeste do Brasil, com suas particularidades e entendendo as necessidades locais, consiga replicar teses de negócios validadas em outras regiões ou desenvolver ideias originais capazes de abrir mercado e provocar reflexos no mercado de construtechs e proptechs brasileiro.”

Bruno Loreto

Segundo o Mapa das Construtechs e Proptechs 2023, as startups de Gestão de Propriedades para Renda são as mais representativas no Nordeste, enquanto em regiões como o Sul e o Sudeste, os destaques são para negócios de showcase e compartilhamento de espaços.