Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Lojas Renner lança desafio para startups com foco em inovação para sustentabilidade - WITRI

Lojas Renner lança desafio para startups com foco em inovação para sustentabilidade

Lojas Renner lança desafio para startups com foco em inovação para sustentabilidade

Compartilhe este conteúdo:

A Lojas Renner S.A., maior varejista de moda omni do Brasil, lançou o “Desafio de Inovação Lojas Renner S.A.”, com o objetivo de buscar startups capazes de contribuir no desenvolvimento de soluções inovadoras que colaborem com o atingimento dos compromissos de sustentabilidade da companhia para 2030. As inscrições devem ser feitas no site www.desafioinovacaolojasrenner.com.br a partir de 5 de julho até o dia 26 de julho, e todo o processo de avaliação e seleção das empresas deve ser concluído até o fim de outubro.

Para essa ação, a varejista conta com a parceria com a The Bakery, especialista em inovação corporativa. A chamada propõe o desafio “como a sua startup pode ajudar a Lojas Renner S.A. a evoluir e desenvolver sua cadeia de fornecimento de forma mais circular e regenerativa a fim de alcançar a neutralidade climática?”.

“A inovação aberta é uma ferramenta fundamental para a evolução constante do nosso ecossistema de moda e lifestyle, que tem a sustentabilidade como um pilar estratégico. Por isso, lançar esta iniciativa foi um caminho natural para aproximarmos novos agentes à nossa companhia”, diz a gerente geral de Novos Negócios, Analu Partel, que explica que a varejista se relaciona com startups há pelo menos cinco anos e conta com um time dedicado desde 2021. “A partir da criação da área de Inovação Aberta já conectamos mais de 200 startups, com diferentes focos de atuação, em diversas áreas de negócio”.

“Estar ao lado das Lojas Renner S.A. em um desafio tão estratégico como este é motivo de grande orgulho para a The Bakery. Além de estarmos apoiando a organização a acelerar o atingimento de suas metas e compromissos de sustentabilidade 2030, acreditamos que este é um convite inspirador para toda a indústria da moda seguir avançando em práticas mais sustentáveis e regenerativas. Estamos empolgados para mobilizar todo o ecossistema brasileiro e global em busca das melhores soluções.”

Marina Almeida

Pilares – O desafio desdobra-se em quatro pilares e pelo menos um deles precisa ser atendido pelas candidatas. São eles:

  • Reciclagem de produtos têxteis, com foco em novas tecnologias para aprimorar a reinserção de matérias-primas na cadeia produtiva da Renner de forma escalável. Os processos vão desde a triagem, separação e desfibragem de materiais até o tingimento, ganho de resistência e garantia de qualidade.
  • Processos produtivos menos impactantes em cada etapa ao longo da cadeia de fornecimento, das fibras aos produtos finais.
  • Tornar o modelo de negócio e todo o ecossistema de moda e lifestyle da Renner mais circulares e regenerativos por meio de soluções escaláveis em upcycling ou logística reversa, por exemplo.
  • Mensuração mais precisa dos impactos ambientais e sociais positivos dos produtos e processos em busca de uma moda cada vez mais regenerativa, com metodologias e ferramentas de rastreabilidade e análise do ciclo de vida das peças de vestuário.

“Desde o início da nossa jornada de moda responsável, atuamos em prol da evolução da cadeia têxtil exercendo o papel como agente de transformação. Isso passa por fazer um processo de transição para chegarmos à neutralidade climática do nosso negócio até 2050. Para isso, assumimos compromissos públicos para 2030, que nos permitirão avançar de forma contínua nessa jornada”, afirma o gerente geral de Sustentabilidade, Eduardo Ferlauto. “A união com novos parceiros fortalecerá não apenas nossa estratégia, mas contribuirá para seguirmos evoluindo enquanto sociedade.”

Próximas etapas – Depois de inscritas, as startups passarão por uma etapa de entrevistas, em julho, e por um “pitch day”, em agosto. As que forem aprovadas serão chamadas para executar a prova de conceito (PoC, na sigla em inglês), entre agosto e setembro, dentro do ambiente da Lojas Renner. A partir daí a varejista analisará junto às áreas de inovação aberta e sustentabilidade as soluções encontradas e definirá quais startups apresentam potencial para contratação como parceiras.

Os critérios de avaliação incluem a inovação, originalidade da proposta, o potencial de escala e de impacto positivo no ecossistema da Lojas Renner, sua a viabilidade técnica, legal e sustentável. Serão considerados ainda o modelo de negócio, o ganho de escala no prazo estabelecido, assim como a diversidade do time e do quadro societário.