Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Entenda como o Metaverso ajuda na Jornada do Colaborador - WITRI

Entenda como o Metaverso ajuda na Jornada do Colaborador

Metaverso

Compartilhe este conteúdo:

O Metaverso tem sido um dos principais assuntos no mundo da tecnologia e agora está começando a ser visto como uma importante ferramenta para a jornada do colaborador. Inicialmente visto como uma tecnologia distante, hoje o Metaverso é uma realidade no cotidiano de qualquer um com o celular. Um dos setores que melhor estão abraçando a tecnologia são os Recursos Humanos, que podem combinar as antigas ferramentas com as novas tecnologias e otimizar a experiência do colaborador.

Com tantas oportunidades no mercado, os profissionais de RH estão se concentrando em otimizar o contato com a empresa, principalmente nos processos de admissão e integração. De acordo com um relatório da Deloitte, cerca de 60% dos entrevistados acreditam que a experiência do colaborador é muito importante para o sucesso de uma empresa. Além disso, o relatório apontou que as empresas que investem em uma boa experiência do colaborador têm uma taxa de retenção 2,5 vezes maior do que as empresas que não o fazem.

De acordo com Daniel Uchôa, CEO da Workverse, o Metaverso permite que as empresas possam criar experiências que engajem seus colaboradores, e, principalmente, os ajude a resolver problemas durante o processo de job offer, admissão e onboarding, de forma mais agradável e eficiente. “Três pontos importantes precisam ser compreendidos. Primeiro, é o conceito de Metaverso aqui na Workverse: um conjunto de espaços digitais, criados pelos nossos videobots, para socializar, aprender, se divertir, e principalmente, resolver problemas! Inclui experiências 2D animadas, tipo game, mas também experiências projetadas sobre o mundo real, tipo Pokemon Go, ou seja, realidade aumentada, e também experiências 3D imersivas, como tour virtuais 360o em ambientes reais. Segundo, que não é uma realidade distante. Já está implantado há alguns anos em grandes empresas, como Vivo, Nestlé, Ericsson, HDI Seguros, EDP Energia, Sandoz, além de outras mais recentes, como Carrefour, Pepsico, Porto, Astrazeneca, etc. É uma realidade mais do que estabelecida. E por último, é que tudo isso é construído nas ferramentas que o seu RH já tem. São os seus velhos sistemas de RH, agora com uma experiência anos-luz à frente do mercado. Não é preciso trocar nada”, entende.

Como as grandes empresas já utilizam as experiências imersivas do Metaverso na jornada do novo colaborador?

Uma empresa que deseja conquistar os melhores talentos e melhorar a atratividade e efetividade das suas propostas de emprego, pode utilizar o Metaverso como seu cartão de visita. “O candidato selecionado experiencia de fato os benefícios e a empresa antes do aceite, ao invés de apenas ler ou ouvir sobre ela. Ele pode tirar dúvidas, falar com recrutadores, e aceitar ou recusar a oferta. Caso aceite, o ambiente já dá continuidade ao seu processo de admissão, sem gaps de silêncio por trocas de bastão entre departamentos do RH. No mesmo ambiente, agora ele faz a submissão digital dos documentos, em que os dados são extraídos automaticamente e já validados na Receita Federal, e-Social, e por nossa mesa de validação”, explica Daniel.

Com isso, todos os termos de adesão, compliance, e contrato de trabalho são gerados automaticamente, e disponibilizados na Sala de Leitura do ambiente virtual.

“O candidato então passa pela Enfermaria, resolve seu exame admissional, e vai na Mesa de Assinatura, onde já assina toda a papelada digitalmente. Começa então as etapas iniciais de acolhimento e orientação do agora novo colaborador. Ele pode navegar pela história e cultura da empresa, conhecer as áreas, aprofundar sobre os benefícios, obter credenciais, acessos e materiais de trabalho, entender sobre seu desenvolvimento na organização e ter um tour 360º de seu local de trabalho, por realidade virtual. Tudo agora fica em um único lugar, e tudo isso pode ser feito estando em casa, mesmo antes do primeiro dia de trabalho e de ter um e-mail corporativo. O novo colaborador segue no Metaverso durante todo seu Onboarding, continua no Ongoing, até um eventual Offboarding. Ao longo de toda a jornada, é possível mensurar e ter clareza de todas as ações do usuário em todas as etapas do processo, bem como de sua satisfação.”

Daniel Uchôa

Com exceção dos casos de RH citados, a utilização do Metaverso ainda está em fase inicial e há muitas possibilidades a serem exploradas. Para se ter uma ideia, um relatório da McKinsey mostra que os gastos com o Metaverso podem chegar até US$ 5 trilhões em 2030. “Estamos apenas arranhando a superfície do potencial do Metaverso para a jornada do colaborador. Acredito que veremos cada vez mais empresas adotando essa tecnologia para engajar e capacitar seus funcionários de forma mais eficiente, humanizada e personalizada”, acrescentou.

Com a crescente demanda por soluções digitais no mundo corporativo, é possível que o Metaverso se torne uma das principais ferramentas para a gestão de pessoas e desenvolvimento de equipes. “Os Recursos Humanos ainda estão começando a embarcar nas novas tecnologias, o propósito não é mudar seus processos atuais, mas sim combiná-los com as oportunidades trazidas pela nova tecnologia, acelerando os processos e fazendo tudo de forma mais amigável, dinâmica e humanizada”, finaliza Daniel Uchôa.