Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Em crescimento há duas décadas, varejo farmacêutico adota tecnologias para qualificar e ampliar atuação - WITRI

Em crescimento há duas décadas, varejo farmacêutico adota tecnologias para qualificar e ampliar atuação

farmacêutico adota tecnologias

Compartilhe este conteúdo:

O crescimento do setor farmacêutico é um dos mais estáveis do varejo brasileiro: há duas décadas, o aumento anual do segmento se mantém na casa dos dois dígitos, sem interrupção. Segundo dados da auditoria IQVIA divulgados pela Febrafar (Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias), em 2022 o varejo farmacêutico cresceu 16,2% no Brasil – e a perspectiva para 2023 é que os números continuem positivos.

Alguns fatores – como o envelhecimento da população e uma preocupação cada vez maior do consumidor em relação à própria saúde – vêm contribuindo, nos últimos vinte anos, para a expansão estável do setor; mas a pandemia de Covid-19 deu ainda mais fôlego às empresas da área. Enquanto muitos outros segmentos do varejo viram os clientes desaparecerem ao longo de 2020 e 2021, o nicho de saúde se tornou protagonista no orçamento familiar.

“O setor farmacêutico vem sendo alterado de forma bem significativa nos últimos anos: principalmente depois da pandemia, as farmácias são reconhecidas como hubs de saúde”, explica Herivelton Ferreira, diretor da rede Farma & Farma. “São pontos de contato com o cliente, de cuidado, de informação. O atendimento farmacêutico passou a ser mais amplo e ao mesmo tempo mais especializado, com a realização inclusive de exames nas unidades. O segmento também conta hoje com uma maior digitalização, com o uso efetivo de ferramentas tecnológicas que facilitam processos e o contato com os clientes.”

Hoje, diversas empresas trabalham em parceria com o varejo farmacêutico, fornecendo tecnologias e recursos para que as farmácias possam atender o consumidor com mais qualidade, variedade, segurança e eficiência. Conheça abaixo algumas delas.

Yungas: padronização e comunicação para farmácias que operam em rede

Especializada na comunicação e gestão de grandes redes de lojas e franquias, a Yungas oferece às farmácias que operam em rede a possibilidade de centralizar diversos processos em um mesmo sistema: por meio da ferramenta, é possível, por exemplo, enviar informes às unidades (e verificar se as mensagens foram lidas pelos farmacêuticos responsáveis); centralizar treinamentos (disponibilizando vídeos e outros materiais aos franqueados ou filiados); e estruturar um Programa de Excelência (medindo indicadores que avaliam a performance de cada loja e permitem elaborar planos para replicar boas práticas na rede como um todo).

“Outro módulo que é um dos mais importantes para as farmácias é o de autochecklist”, destaca Guilherme Reitz, CEO e cofundador da Yungas. “Farmácias precisam cumprir diversos protocolos e procedimentos para permanecer dentro das normas, manter seus alvarás e garantir a saúde e a segurança do consumidor, e a ferramenta de autochecklist permite que o cumprimento desses protocolos seja monitorado de forma constante, fácil, e com um custo baixíssimo.”

Por meio da Yungas, a empresa disponibiliza listas de itens a serem verificados em cada farmácia; e os responsáveis por cada unidade preenchem os formulários de acordo com a realidade de suas lojas, em prazos e periodicidades pré-determinados – o autochecklist permite inclusive o envio de fotos e documentos para comprovação de dados. Caso detecte alguma desconformidade em relação aos padrões da rede, a marca pode criar planos de ação para melhorias.

“O autochecklist foi adotado durante a pandemia como uma medida de emergência, quando as empresas não tinham como fazer inspeções presenciais; mas, por sua praticidade e eficiência, acabou sendo incorporado definitivamente pelas redes”, comenta Guilherme Reitz. “Com o uso de uma plataforma adequada, a autoavaliação dá mais autonomia às unidades, e reduz o atrito entre todas as partes envolvidas.”

Involves: otimização na reposição de produtos e recuperação de vendas em farmácias

A diversificação de produtos comercializados nas farmácias e o crescimento do varejo no setor trazem novos desafios. “Como um ponto de vendas diversificado, as farmácias têm questões complexas que envolvem estoque, distribuição e abastecimento de produtos”, explica André Krummenauer, CEO da Involves, empresa que desenvolve plataformas de inteligência artificial que impulsionam resultados do varejo e da indústria no ponto de venda.

Solução voltada para o varejo, o Involves Doors é uma ferramenta de abastecimento inteligente que identifica, entre outros recursos, possíveis rupturas de gôndola ou problemas na disposição dos produtos no ponto de venda. Para o varejo farma, em especial, o Involves Doors usa reconhecimento por imagem e emite alertas automáticos ao encontrar problemas em farmácias físicas, como precificação errada, produtos vencidos ou que estão em estoque, mas não em exposição.

“A tecnologia facilita a reposição de produtos e identifica questões que podem causar prejuízos para a empresa. Situações como falta de etiqueta de preços, produtos que estão apenas no estoque virtual e não na loja física, gôndolas desorganizadas, estoque desatualizado são rapidamente conferidas e sinalizadas pelo Doors. Essas falhas dificilmente seriam identificadas por um repositor sem o uso da ferramenta”, completa André. Segundo a Involves, em 2022, em 36% dos problemas identificados pela solução, o produto estava parado no estoque e não na gôndola. No ano passado, cada alerta do Involves Doors representou, em média, uma recuperação de R$ 23,54 em vendas para as redes clientes.

A tecnologia por trás do salto digital da RaiaDrogasil

Com 11 centros de distribuição e mais de 2700 farmácias espalhadas pelo país, a RaiaDrogasil (RD) tem operações de logística e transporte complexas, que exigem tecnologias de gerenciamento abrangentes e adaptáveis. Para encarar esse desafio, a empresa foi a primeira no mundo a implementar o sistema completo de gerenciamento de transporte (TMS) da Manhattan Associates, o novo Manhattan Active Transportation Management. Ao integrar a solução ao sistema de gerenciamento de armazém (WMS) da Manhattan, a companhia conseguiu padronizar todos os processos nos centros de distribuição e aumentar a visibilidade dos dados em tempo real para a tomada de decisões.

Também foi possível criar sinergias entre os principais negócios B2B e a nova iniciativa digital B2C. Com o TMS omnichannel, um dos principais ganhos para a RaiaDrogasil é ter, em um único sistema, o suporte para todos os canais: lojas, e-commerce e marketplace. Segundo o Diretor de Vendas e Customer Success da Manhattan Associates Brasil, Marco Beczkowski, a tecnologia da Manhattan vai desde a modelagem de malha viária para melhor tomada de decisão estratégica até automação de processos, agendamentos, despachos, etc. Para ele, as duas principais vantagens para a rede de farmácias são a visibilidade, já que com o TMS todas as informações de rastreamento serão integradas, e a otimização da ocupação e roteirização dos caminhões.

“Com mais visibilidade e otimização, a empresa consegue ter controle sobre a logística e transporte, dando mais velocidade e segurança para as operações. Quando esse conjunto funciona muito bem, isso impulsiona as vendas e mantém os custos baixos, o que permite ter os produtos mais baratos e consequentemente vender mais” aponta Beczkowski. “Efetivamente estamos falando de uma significativa redução da quantidade de viagens necessárias para transportar o mesmo volume de carga e consequentemente da pegada de carbono da operação como um todo.”

Pixeon ajuda farmácias hospitalares a reduzirem processos falhos com software de gestão

Em centros de saúde, a administração eficiente das farmácias hospitalares é essencial para o sucesso do tratamento e para a segurança do paciente. Um dos principais desafios da gestão nesses casos são as falhas nos processos, que podem resultar em eventos adversos, como erros na prescrição de medicamentos ou até na confusão de remédios na farmácia por conta de embalagens semelhantes. Outro problema é o desperdício de recursos devido ao vencimento de produtos acumulados no estoque, que gera prejuízo nas instituições de saúde.

Para reduzir esses custos e os riscos para os pacientes, a Pixeon, empresa de sistema de gestão para negócios da saúde, oferece sistemas digitais integrados que permitem controlar todos os dados relacionados à farmácia hospitalar. Por meio de um módulo de BI para o gerenciamento de processos, a healthtech permite que gestores de saúde possam acompanhar em tempo real os indicadores da farmácia hospitalar, com configurações específicas de acordo com as necessidades do local e com alertas automáticos em caso de intercorrências.

“Com a ampliação do conhecimento acerca dos processos e necessidades do setor, os gestores podem evitar trocas de medicamentos, medicação errônea dos pacientes, reduzir o número de glosas e otimizar o uso dos produtos em estoque”, explica o Diretor de Marketing e Comercial na Pixeon, Iomani Engelmann. Segundo ele, além da automatização, o acompanhamento em tempo real é imprescindível para uma gestão eficiente. “Na área da saúde, cada segundo conta. Por isso, a resolução ágil de problemas e a manutenção de um ambiente com o menor número de falhas possível é um passo fundamental para a segurança do paciente”, conclui.