Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Criador do maior evento brasileiro de network do mundo, Bruno Avelar dá dicas para aumentar o networking e fala sobre a importância das conexões - WITRI

Criador do maior evento brasileiro de network do mundo, Bruno Avelar dá dicas para aumentar o networking e fala sobre a importância das conexões

maior evento brasileiro de network do mundo

Compartilhe este conteúdo:

O network é a base do sucesso de qualquer negócio. A arte do networking é poder construir uma rede de contatos que possa potencializar oportunidades através de relacionamentos. Segundo o empresário Bruno Avelar, especialista no assunto, a troca de conhecimentos e experiências é fundamental, seja para fortalecer laços, estreitar negociações ou se destacar no mercado.

Para ele, existem alguns passos que precisam ser seguidos para conseguir construir uma eficiente rede de networking:

“Conviver com pessoas de diferentes segmentos e que possam influenciar nas suas conexões é uma forma de aprimorar o crescimento interpessoal e se aproximar dos seus objetivos profissionais. Independentemente do segmento, o networking traz inúmeros benefícios e um grande reconhecimento. Já é de conhecimento comum que ser bem sucedido na área escolhida está diretamente ligado aos relacionamentos cultivados dentro e fora do ambiente de trabalho. Ter uma boa rede de contatos não é uma opção, é indispensável. Sem relacionamentos, não existe negócio.”

Bruno Avelar

“Com as conexões certas você vai alavancar seu empreendimento e caminhar lado a lado com quem pode te ajudar a impulsionar sua carreira para o futuro”.

Avelar afirma que um bom network é feito de forma orgânica e muda a maneira como você é visto, fazendo com que se torne uma referência, já que as pessoas estarão cientes de quem você é e o que você faz.

“Essa visibilidade é fundamental e te transforma em uma pessoa confiável, com uma boa reputação. A reputação aqui é a chave para uma rede de relacionamentos de sucesso”, falou.

Bruno é um empreendedor, mentor e escritor brasileiro, CVO (Chief Visionary Officer) de diversas empresas e criador do ‘O Poder do Network’. O encontro é o maior evento brasileiro de network do mundo e já impactou há mais de 14 mil empresários nos Estados Unidos.

“Falando por experiência própria, o network foi a base das minhas conquistas. Não fazemos nada sozinhos e precisamos de pessoas em todas as áreas da vida. Como estratégia, sempre tentei fazer com que outras pessoas me apresentassem, ao invés de me apresentar, o que já gera confiança, credibilidade e autoridade. Mas lembre-se: devemos ser intencionais na construção de um novo relacionamento, mas nunca interesseiros”, disse.

COMO SER UM MESTRE NA ARTE DO NETWORKING?

1- Pague o preço para estar onde os melhores estão. São nos ambientes mais restritos que você fará as melhores conexões e neste momento sua postura e comportamento serão fundamentais para que isso aconteça. Você já deve ter percebido que muitas pessoas conseguem empregos e oportunidades porque fizeram um bom trabalho e foram reconhecidas.

A famosa “indicação” é algo comum quando se tem uma rede de contatos sólida, com uma base que é nutrida constantemente, sempre atrelado a um bom trabalho, claro.

2- Para seu networking ser um sucesso, é preciso saber que existem modos de tratar suas conexões que podem alavancar sua rede de contatos ou prejudicar sua reputação. Pessoas que buscam apenas se relacionar a qualquer custo, priorizando a quantidade em detrimento à qualidade, acabam agindo da forma oposta ao que é recomendado. Network é um dom que precisa ser moldado.

3- É muito comum, também, se sentir inseguro demais para criar vínculos com outros profissionais. É preciso deixar a vergonha de lado e inspirar confiança. Se você não confia em si mesmo, como outros irão? Descubra o que a pessoa que você quer se conectar gosta, com quem ela convive.

4- Estude e melhore seu storytelling e aprenda a se comunicar melhor.

Assim você conseguirá avançar.

Inicialmente, a criação de laços deve ser feita de forma espontânea. Não se deve se aproximar de alguém apenas esperando receber algo em troca. O ideal é que você crie e mantenha seus relacionamentos de forma natural e que tenha interações constantes, não apenas quando tiver necessidade de algo que possam fornecer.

Relacionamento é sobre dar, e não pedir. O retorno vem automaticamente. A sabedoria do network está na paciência de esperar a maturação do relacionamento. Você não planta uma árvore hoje e colhe frutos no dia seguinte, você precisa entender que em algum momento Deus irá usar pessoas para te levar para o próximo nível. Jesus foi o maior estrategista que já passou pela terra, e seguir alguns princípios básicos, como servir e presentear, irá te levar ao ápice do relacionamento.

A probabilidade de que a pessoa se lembre de você, e, mais importante, do que você faz, é muito grande se você puder inspirar confiança e amizades recíprocas.

5- Procure estar no lugar certo, na hora certa. Você precisa saber porquê, como e o que. Onde estar, quando estar e com quem estar. Manter um bom relacionamento com a rede de contatos que você construiu é uma ação que deve ser priorizada todos os dias. Com a internet e as redes sociais se tornou ainda mais simples fortalecer seus laços e sua marca pessoal.

Parece ingênuo, de início, atrelar o segredo do sucesso às pessoas que convivemos. Mas é uma realidade fortíssima. Como já bem diz o famoso versículo de Provérbios: “diga-me com quem tu andas, que te direi assim quem tu és”. Valorize os contatos em que pode confiar, e o seu sucesso será sem limites. Assim, alcançar seus objetivos pessoais e profissionais será apenas uma questão de tempo.

Existem erros básicos na construção de um network. Bruno listou os mais comuns:

  • Abordagem no momento errado e de forma errada;
  • Acessar pedindo, e não servindo;
  • Não investir no social;
  • Não pagar o preço achando que não é necessário;
  • Não deixar pessoas que são âncoras para trás;
  • Não acreditar no seu potencial por não estar preparado;
  • Ter problemas de autoestima por gatilhos do passado;
  • Não se comportar e vestir da forma correta;
  • Não frequentar os ambientes adequados;
  • Não ser um solucionador de problemas;
  • Desistir achando que já fez demais pelo outro e ainda não teve retorno;
  • Não entender que relacionamentos não devem ser quebrados, pois não têm prazo de validade.