Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Cresce pedidos de transporte por aplicativos de transporte “tipo Uber” durante Carnaval - WITRI

Cresce pedidos de transporte por aplicativos de transporte “tipo Uber” durante Carnaval

Aplicativos de transporte

Compartilhe este conteúdo:

O primeiro Carnaval pós-pandemia não movimentou apenas as ruas e sambódromos do país. Segundo estudo realizado pela Gaudium, startup focada nos mercados de mobilidade e logística e dona da Machine, software para criação em apps de transporte e entregas, o feriado aumentou a demanda de solicitações de corridas de aplicativos de transporte regionais “tipo Uber” em até 14%. O levantamento mapeou todas as regiões do país e considerou dados das corridas realizadas do dia 17 a 22 de fevereiro de 2023, comparado com a mesma semana do mês anterior.

A região Centro-Oeste foi a que mais apresentou aumento nas solicitações de corridas. Mais de 265 mil corridas foram realizadas, um aumento de 14%. Na sequência, a região Sudeste desponta como segunda região que apresentou mais crescimento. Foram realizadas 527 mil corridas, crescimento de 12%. Já a região Norte registrou alta de 11%, com um total de 331 mil corridas finalizadas. A região Nordeste e Sul apresentaram crescimento de 1%, com um total 96 mil e 160 mil corridas, na sequência.

As solicitações de corridas que atuam em regiões descentralizadas atingiram o pico entre às 18h e 23h, refletindo um aumento de 33% em comparação com a mesma semana do mês anterior. A pesquisa também indicou um crescimento nas demandas por transportes por aplicativo entre 12h às 17h, com 32%, no número de solicitações de app, 06h às 12h, com 22%, e 00 às 05h, um crescimento de 11%.

Dentre as modalidades de pagamento mais utilizadas pelos passageiros, se destacaram o dinheiro com 61%, seguido pelo Pix com 14%, débito com 10% e crédito com 5%.

“O Carnaval de 2023 foi certamente um dos mais aguardados pelos brasileiros nos últimos anos. Isso se reflete no aumento da demanda por corridas no período, comparado ao último Carnaval pré-pandemia. Ninguém queria perder um minuto sequer das celebrações que ocorreram nos bloquinhos de rua, ou dos desfiles nos sambódromos.”

Ricardo Góes