Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 Cibersegurança: o que acontece com as empresas que demoram a se recuperar de um ataque? - WITRI

Cibersegurança: o que acontece com as empresas que demoram a se recuperar de um ataque?

Cibersegurança

Compartilhe este conteúdo:

Aproximadamente 83% das empresas sofreram mais de uma violação de dados. É o que revela o mais recente relatório Cost of Data Breach Report 2022, da Ponemon Institute, consultoria do mercado de cibersegurança, que entrevistou 550 organizações em 17 países e 17 setores diferentes. O estudo apontou que cerca de 60% das violações de dados levaram a aumentos de preços para os clientes. O custo médio de uma violação foi o recorde histórico de US$ 4,35 milhões, o que representa um aumento de 2,6% em relação ao ano anterior e um aumento de 12,7% em relação a 2020, representando uma grande perda de lucro em todos os setores.

Diante dessa realidade, a Quest Software, fornecedora global de software de gerenciamento de sistemas, proteção e segurança, em parceria com a Forrester Consulting, conduziu o estudo Total Economic Impact™ (TEI) para examinar o retorno potencial sobre o investimento (ROI) das empresas com a implantação do RMAD DRE – Recovery Manager for Active Directory Disaster Recovery Edition da Quest Software. A solução consegue realizar a restauração de toda uma floresta de AD para sistema operacional limpo, além de detectar malwares diminuindo o tempo de normalização dos sistemas.

“O Active Directory (AD) é o alvo favorito dos criminosos. Nenhuma ofensiva é tão confiável ou oferece uma recompensa tão grande quanto o AD. Backups de sistemas críticos são agora um foco dos invasores e, como resultado, a exposição deve ser minimizada e o risco precisa ser reduzido. Quanto maior o nível de penetração, maior perda de dados e impacto nos negócios.”

Thiago Lopes

O estudo da Forrester mostra que com o RMAD DRE, da Quest Software, a restauração de desastres do AD é reduzido de 30h para 3h, ou seja, 90% mais rápido e chegando em uma economia de US$ 19,7 milhões após um ataque de ransomware. Ao longo de três anos, as organizações também conseguem reduzir em cerca de US$ 470.000 em mão de obra de TI e suporte técnico.

RMAD DRE

Com o Recovery Manager for Active Directory Disaster Recovery Edition, é possível restaurar o AD de maneira muito mais rápida. Um dos motivos é a ampla automação que reduz o risco de erros humanos e a necessidade de recomeçar por causa desses erros. O Recovery Manager também protege backups do AD e elimina o risco de uma nova infecção por malware, além de ser adaptável a qualquer desastre.

“As empresas precisam aumentar a visibilidade de quem tem acesso a seus sistemas críticos. Reduzir sua exposição, seu risco e também, claro, despesas com segurança e compliance, além de simplificar sua arquitetura de cibersegurança. Quanto mais ágil é a recuperação, menor o dano financeiro e, principalmente à reputação das companhias”, avalia Thiago Lopes.