Warning: Undefined array key "options" in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 192 5 dicas para empreender em 2023 - WITRI

5 dicas para empreender em 2023

Empreender 2023

Compartilhe este conteúdo:

Segundo dados do Painel Mapa de Empresas, há cerca de 20 milhões de empresas ativas no país, sendo 2,7 milhões abertas em 2022. O Brasil está entre os países que mais empreendem no mundo: ele saiu da 13ª posição para a 7ª posição do ranking mundial de empreendedores, em uma escala de 50 países. Tudo bem, empreender a grande maioria das pessoas têm vontade, mas como manter a empresa ativa e no verde depois que o plano saiu do papel?

Com as mudanças políticas e econômicas todos os anos, empreender é quase que uma tarefa que precisa ser renovada com o passar do tempo, ou seja, quem empreendeu em 2010 com certeza usou outros atributos de quem abriu um negócio em 2020. Hoje, por exemplo, uma empresa não vai para frente sem estar presente no digital – não importa o nicho que está atuando.

Por isso, abaixo, Mara Leme Martins, PhD. Psicóloga e VP da BNI Brasil – Business Network International – a maior e mais bem-sucedida organização de networking de negócios do mundo, lista 5 dicas atuais para empreender em 2023. Confira:

1- Coloque o sonho no papel e estude sobre empreendedorismo: o principal ponto quando se começa um novo negócio, é buscar estudar sobre todas as coisas que irão ajudar nesse empreendimento. “É preciso ter bem definido qual ramo deseja seguir, procurar os concorrentes e saber seu diferencial, ter um modelo de negócio bem definido, estudar seu público alvo detalhadamente e começar a planejar os próximos passos. Comece com o que tem”, aconselha Mara.

2- Saia da zona de conforto e converse com novas pessoas: quando se trata de empreendedorismo, é importante falar com as pessoas e pensar em maneiras criativas de construir o seu negócio. Criar relações e conexões é fundamental em qualquer negócio, principalmente quando o assunto é empreender. “Dedique tempo aos relacionamentos que você já tem. Estenda a mão e pergunte se as pessoas estão bem, se há algo que você pode fazer para ajudá-las”, explica a especialista.

É possível fazer parte de grupos online ou presenciais que ajudem empreendedores. “Além de possibilitar conhecer novas pessoas, todos estão abertos para conversar e melhorar suas habilidades. Nessas reuniões, também é possível treinar a desenvoltura, comportamento e abordagens. Além da inspiração em histórias de outros empreendedores”, sugere.

3 – Comprometimento e autoconfiança: essas soft skills são necessárias para quem deseja empreender e ser capaz de enfrentar qualquer dilema que vier em sua jornada empreendedora. “Quanto mais confiante, se torna cada vez mais possível racionalizar as tomadas de decisões. Se você é inseguro, se afunda nos problemas e triplica os gargalos de uma corporação”, explica Leme.

Além disso, o empreendedor precisa cumprir com uma agenda de tarefas, ele, geralmente, tem muitas responsabilidades em suas mãos, e tudo isso requer um comprometimento sério com todos os afazeres. “Além disso, ele deve servir como um exemplo para quem trabalha no local”, acrescenta.

4- Invista na sua vitrine digital: “Seu negócio também deve estar presente no meio digital. Invista em uma página no instagram para aproximar sua empresa do público e até gerar vendas. Tenha um conta ativa no linkedin para ficar atento ao mercado e aos comentários de outros empreendedores. Também faça um site para trazer notoriedade e informações para seus clientes. Hoje, se torna ainda mais fundamental estar presente no digital, em que é possível atingir um número ainda maior de pessoas”, indica Mara.

5- Autogestão e comprometimento: Saber controlar a sua própria gestão é uma habilidade não técnica mega necessária nos dias atuais, ainda mais pensando no mundo digital, onde cada vez mais as pessoas estão trabalhando home office. “Um empreendedor necessita ter essa característica e ainda apostar em pessoas que também tenham – pensando no bem-estar e desenvolvimento da corporação. Essa gestão é fundamental para tirar o negócio do papel e planejar os próximos passos”, comenta Mara.

O empreendedor também deve ter uma mente inovadora, ou seja, estar sempre pensando em ideias e melhorias para a corporação. “E isso vale também para ideias que melhorem a estrutura física da empresa, ou até em medidas para beneficiar um colaborador”, salienta.

Além disso, o empreendedor precisa cumprir com uma agenda de tarefas, ele, geralmente, tem muitas responsabilidades em suas mãos, e tudo isso requer um comprometimento sério com todos os afazeres. “Além disso, ele deve servir como um exemplo para quem trabalha no local”, finaliza Mara Leme Martins, PhD. Psicóloga e VP da BNI Brasil – Business Network International – a maior e mais bem-sucedida organização de networking de negócios do mundo.